Aplicações e Benefícios

Vamos referir-nos em particular a:

  • Baixas frequências, para frequências de 1 a 100 Hz;
  • Altas frequências, para frequências de 100 a 5.000 Hz e uma frequência transmissora entre 20 e 30 MHz;


Os impulsos de Baixa Frequência (BF) provaram ser particularmente eficazes por estimularem uma maior assimilação de cálcio, um factor muito importante, já que os ossos ficam deste modo muito menos sujeitos aos riscos de fracturas, ao aparecimento de doenças degenerativas e de osteoporose. 
Os impulsos de Alta Frequência (AF), e em parte também os de BF, melhoram a circulação sanguínea e são capazes de estimular a produção de endorfinas pelo sistema nervoso, provocando uma consequente redução da dor associada a vários estados patogénicos e uma acção anti-inflamatória eficaz. 

Por estes motivos, tanto as doenças agudas como crónicas podem ser tratadas de forma eficaz, assegurando uma acção curativa e/ou melhorias efectivas no estado de saúde do paciente.
Os benefícios da terapia magnética são, portanto, múltiplos. Enumeramos abaixo alguns deles:

  • Acção anti-inflamatória (AF);
  • Efeito analgésico / alívio da dor (AF):
    • estimulo na produção de endorfinas;
  • Efeitos sobre o tecido ósseo(BF):
    • aumento da resistência óssea;
    • melhoria da osteogénese;
    • aumento da mineralização;
    • aceleração da calcificação nas fracturas;
  • Acção vasodilatadora(AF):
    • aumento do fluxo sanguíneo periférico e da velocidade do fluxo sanguíneo;
    • aumento da irrigação vascular;
    • melhoramento da oxigenação e redução da retenção de líquidos;
  • Acção anti-edema e reparação de tecidos (AF):
    • aceleração do processo de cicatrização de feridas e chagas;
    • aceleração do processo de cicatrização dos tecidos moles.
  • Bacteriostático / acção anti-alérgica (AF) (BF);
  • Acção neuro equilibradora (neuro regulação do hipotálamo, fígado e baço(AF);
  • Melhoria do metabolismo da pele e acção anti-envelhecimento dos tecido (AF) (BF)..

Em resumo, os benefícios da aplicação dos campos electromagnéticos pulsados (CEMP), são sentidos sobretudo ao nível das articulações (artrite, osteoartrite, osteoporose, fracturas ósseas, etc.), dos músculos e tendões (dores de coluna, ciática, tendinite, entorses, dores reumáticas, etc.) e a nível vascular (flebites, varizes, edemas, úlceras, cicatrizes e feridas, etc.).


A aplicação deve ter uma duração de pelo menos 30 minutos, prolongado de acordo com a patologia e necessidade do utilizador, geralmente é realizada uma vez por dia e durante um período de tempo que pode variar entre os 15 e os 30 dias.  Os períodos de tratamento podem ser repetidos ciclicamente com um intervalo de 20/30 dias.


É importante enfatizar que a terapia electromagnética , em contraste com a maior parte das terapias medicamentosas normais, não intoxica o corpo nem provoca qualquer efeito secundário. Oferece ainda a vantagem, em comparação com outras terapias instrumentais, de não ser perturbadora para aqueles que a usam, e de não exigir a procura de pontos especiais de aplicação, uma vez que é suficiente posicionar as peças aplicando-as sobre a área afectada.

Magnetoterapia

applicazioni

Produtos

magnetofield

Empresa

certificati

Eventos

news